12

TPM


AQUILO
AQUELAFASE
AQUELACOISA
AAAAARGHHH
TPM

 Brigou com o filho, deu um passa-fora no marido, despediu a empregada, jurou ódio mortal à melhor amiga e correu à janela para se jogar. Nesse exato momento sentiu um molhadinho entre as pernas, rumou para o banheiro e não deu outra: menstruada! Ufa. Tudo superado. Era só TPM.
TPM, ou tensão pré-menstrual, tem sido o inferninho particular da mulher moderna.  Às vezes é tão infernal que os sintomas duram da ovulação até a menstruação, sem sabermos que são agravadíssimos por hábitos alimentares, stress, e até relações domésticas: segundo as pesquisas, um dos piores fatores de risco para TPM é... viver com um homem! kkkk
Claro que nem todo mundo sente a tensão pré-menstrual com tanta ênfase, e há as que nem sentem. Quem sofre mais são as estressadas, as mais velhas e as que têm mais estrogênio circulando: gordinhas, ioiô (engordando e emagrecendo o tempo todo) e as que vivem com o intestino preso (quando as fezes se acumulam no intestino, o estrogênio contido nelas, que o fígado degradou e tratou de eliminar, é reabsorvido pelo sangue).

Que tipo de TPM você pratica?

Bruxa
Alterações bruscas
de humor,
ansiedade, nervosismo, irritabilidade, lentidão
mental,
abatimento, apatia, insônia, vertigem
e depressão, dor de cabeça forte; os sintomas apontam alto nível de
estrogênio
e baixa
progesterona
Monstra
Aumento
de peso, flatulência,
inchaço abdominal, edema
no rosto,
nas mãos
e nos pés,
muita
sensibilidade nos seios; indica excesso
de sal no organismo com retenção de líquido
e possível
elevação de aldosterona, hormônio das glândulas adrenais
Neurótica
Depressão, impulsos suicidas, crises de choro, confusão mental,
falta de
concentração, dificuldade em verbalizar; pode significar
elevação de progesterona e possível aumento do hormônio andrógeno; também é bom ver
se há
intoxicação por chumbo
Comilona
Apetite voraz,
necessidade incontrolável de comer açúcar, sensação de cansaço, palpitações, dor de cabeça e até
desmaios;
isto costuma indicar hipoglicemia reativa
Pluriapta
Apresenta vários dos sintomas mencionados e inclui um ou mais dos seguintes: acne, gases, constipação, diarréia,
enjôo, vômito, dor nas costas e problemas respiratórios




Não se preocupe,
todos os tipos têm algo
em comum: melhoram completamente
com uma dietinha,
uns exerciciozinhos

 Dietinha é bom

É aquela mesma que a gente adora. Bem variada e rica em cereais integrais, feijões, vegetais e frutas. Muita salada verde temperada com azeite de oliva e limão. Pouca gordura. Pouco sal. Pouco volume de comida. Porções mínimas de carnes, aves, ovos, peixes e queijos. Porções minúsculas de doces, e nada de aperitivos salgados, carnes defumadas, picles ou alimentos preparados na brasa do carvão.
mas não morra de fome!

Fazer dieta, aqui, não pode significar privação.
Regimes de poucas calorias são fatais para quem sofre de TPM. Isso porque o organismo reage diminuindo sua taxa metabólica, isto é, desacelerando a queima de nutrientes do mesmo jeito que a gente desacelera um automóvel para gastar menos gasolina. Desacelerada e impedida de cometer seus pecadinhos diários, a pessoa sente que não é a mesma. Que está mal, passando fome, e está. E já não se reconhece. Aí dá uma angústia que vai indo, vai indo e de repente a joga de cabeça nos sorvetes, biscoitos, doces e massas - sem falar no chocolate.
Chocolate e magnésio são interligados; uma ânsia incontrolável por chocolate pode estar mostrando deficiência de magnésio, em que o cacau é relativamente rico, mas não a ponto de servir como remédio, infelizmente...
Faça cinco pequenas refeições ao longo do dia para resolver o problema. Por exemplo: deixe para comer frutas nos lanches da manhã e da tarde. Ou, se você prefere comer frutas em jejum, deixe o sanduíche para o meio da manhã.
AÇÚCAR faz desperdiçar cálcio, magnésio e vitamina B no processo metabólico. Açúcar em excesso (e o que é excesso varia de pessoa para pessoa) produz sintomas de hipoglicemia e conseqüentemente ansiedade, depressão e desejo de mais açúcar.
ÁLCOOL também provoca hipoglicemia e deveria ser evitado, ao menos na segunda fase do ciclo.
SAL força a retenção de líquidos, inclusive nos seios, provocando edema generalizado e sensação de peso.
CAFEÍNA aumenta a tensão e a sensibilidade, agrava
a hipoglicemia e chateia o fígado, que já pode estar pra lá de chateado nessa ocasião.
Comer alimentos ricos em fibra é fundamental para auxiliar a eliminação das fezes, e do estrogênio junto com elas.
Reduzir óleo, manteiga, margarina e carnes diminui também a necessidade de sal e alivia o trabalho do fígado.

Exerciciozinhos

Uma caminhada de uma hora por dia, num passo apertado que deixe você ligeiramente ofegante, já é o suficiente. Oxigena o sangue e o cérebro, tonifica os músculos, fortalece os ossos, lubrifica as articulações, estimula o funcionamento do intestino, melhora o metabolismo durante o dia inteiro e ajuda a perder as gordurinhas. Tá bom ou quer mais? OK, então ande duas vezes por dia, de manhã e à tarde, ou invente outra coisa: bicicleta, natação, dança, tênis, peteca...



É isso gente resolvi postar porque to de tpm e nem eu to me aguentando....
Bjus pra todas!
4

Acredite! Você também pode! Motivação: Perda de peso


Hoje começo a fazer dieta. Preciso perder 8 kg. Uma amiga aconselhou a fazer um diário, onde devo colocar minha alimentação e falar sobre o meu estado de espírito. Sinto-me de volta a adolescência, mas estou muito empolgada com tudo. Por mais que dieta seja dolorosa, quando conseguir entrar naquele vestidinho preto maravilhoso, vai ser tudo de bom.
Primeiro dia de dieta: Um queijo branco. Um copo de diet shake. Meu humor está maravilhoso. Me sinto mais leve. Uma leve dor de cabeça talvez.
Segundo dia de dieta: Uma saladinha básica. Algumas torradas e um copo de iogurte. Ainda me sinto maravilhosa.
A cabeça dói um pouquinho mais forte, mas nada que uma aspirina não resolva.
Terceiro dia de dieta: Acordei no meio da madrugada com um barulho esquisito. Achei que fosse ladrão. Mas, depois de um tempo percebi que era o meu próprio estômago. Roncando de dar medo. Tomei um litro de chá.
Fiquei mijando o resto da noite.
Anotação: Nunca mais tomo chá de camomila.
Quarto dia de dieta: Estou começando a odiar salada. Me sinto uma vaca mascando capim. Estou meio irritada. Mas acho que é o tempo. Minha cabeça parece um tambor. Meu marido comeu uma torta alemã hoje no almoço. Mas eu resisti.
Anotação: Odeio Ele
Quinta dia de dieta: Juro por Deus que se ver mais um pedaço de queijo branco na minha frente, eu vomito! No almoço, a salada parecia rir da minha cara. Gritei com todo mundo hoje! E com o marido!. Preciso me acalmar e voltar a me concentrar. Comprei uma revista com a Gisele na capa. Minha meta. Não posso perder o foco.
Sexto dia de dieta: Estou um caco. Não dormi nada essa noite. E o pouco que consegui sonhei com um pudim de leite. Acho que mataria hoje por um pedaço de brigadeiro…
Sétimo dia de dieta: Fui ao médico. Emagreci 250 gramas.
Tá de sacanagem! A semana toda comendo mato. Só faltando mugir e perdi 250 gramas! Ele explicou que isso é normal. Mulher demora mais emagrecer, ainda mais na minha idade.
O FDP me chamou de gorda e velha!
Anotação: Procurar outro médico.
Oitavo dia de dieta: Fui acordada hoje por um frango assado. Juro! Ele estava na beirada da cama, dançando can-can. Anotação: O pessoal do escritório ficou me olhando esquisito hoje, Meu marido diz que é porque estou parecendoVa Rasputia do norbit.
Nono dia de dieta: Não fui trabalhar hoje. O frango assado voltou a me acordar, dançando dança-do-ventre dessa vez. Passei o dia no sofá vendo tv. Acho que existe um complô. Todos os canais passavam receita culinária. Ensinaram a fazer Torta de morangos, salpicão e sanduiche de rocambole.
Anotação: Comprar outro controle remoto, num acesso de fúria, joguei o meu pela janela.
Décimo dia de dieta: Eu odeio Gisele B.
Décimo primeiro dia de dieta: Chutei o cachorro da vizinha. Gritei com o porteiro.  N entra mais na minha sala e as secretárias encostam na parede quando eu passo.
Décimo segundo dia de dieta: Sopa.
Anotação:Nunca mais jogo poquer com o frango assado. Ele rouba.
Décimo terceiro dia de dieta: A balança não se moveu.
Ela não se moveu! Não perdi um mísero grama! Comecei a gargalhar.
Assustado o médico sugeriu um psicólogo. Acho que chegou a falar em psiquiatra. Será porque eu o ameacei com um bisturi?
Anotação: Não volto mais ao médico, o frango acha que ele é um charlatão.
Décimo quarto dia de dieta: O frango me apresentou uns amigos. A picanha é super gente boa, e a torta, embora meio enfezada, é um doce.
Décimo quinto dia de dieta: Matei a Gisele B! Cortei ela em pedacinhos e todas as fotos de modelos magérrimas que tinha em casa.
Anotação: O frango e seus amigos estão chateados comigo. Comi um pedaço do Sr. Pão. Mas foi em legítima defesa. Ele me ameaçou com um pedaço de salame.
Décimo sexto dia: Não estou mais de dieta. Aborrecida com o frango, comi ele junto com o pão. E arrematei com a torta. Ela realmente era um doce.

kkkk rindo aki aos montes!!!!
Autora desconhecida.
Bjus light!!!














FAZENDO REGIME(Recebi esse texto por e-mail e dei boas gargalhadas...)


Tenho dois grandes problemas em relação a meu peso:
1 - Dificuldade de emagrecer e...
2 - Facilidade de engordar.

Em algum lugar do meu DNA implantaram um gene de urso polar e meu organismo sempre tem a sensação de que eu vou hibernar durante seis meses e, assim, resolve guardar tudo o que como pra sobreviver ao inverno. O problema é que a vida do urso polar é só inverno. Sem contar que eu devo ter um sério distúrbio oftalmológico, ligado ao acúmulo de gordura, porque basta eu olhar para uma lasanha que minha bunda aumenta.

Claro, ao longo da vida já engordei, emagreci, engordei, emagreci, como qualquer sanfona histórica. Nada de tão grave que me impedisse de virar a roleta no metrô com uma pequena ajuda ou que me fizesse entalar na roda-gigante. O caso é que nesse engorda-emagrece, eu parei, por último, no engorda.

O problema é que passar a vida inteira preocupada com o peso é um porre. E a pior parte é ouvir as mesmas soluções e receitas de dieta que você não vai fazer, como: "comer muita fruta, muita verdura, cortar massas e... suspender o açúcar".

Ah, então tá. Vamos cortar as massas. Pega a tesoura, por favor, que eu vou picotar o espaguete e já volto. O açúcar eu vou guardar em cima do armário pra ficar suspenso. As frutas eu vou comer, todas, como um bom abacatesão e uma jaca gay.

Vamos deixar de ser hipócritas: o mundo ocidental, capitalista, foi projetado para produzir gente gorda. Você vai à lanchonete e tudo é gorduroso, calórico e cheio de açúcar. Pra disfarçar eles vendem uma daquelas saladinhas transgênicas cuja embalagem é mais saudável que o conteúdo.

Em qualquer lugar do planeta, na padaria, no posto de gasolina, na banca de revistas, você pode comer salgadinhos, bala, chocolate, tudo que engorda. Ninguém nunca viu um pacote de cenoura picada, pepino em rodelinha, talos de salsão na boca de caixa da padaria.

Porém, não é só a ingestão da comida que é programada para deixar você obeso e infeliz: todo o marketing da indústria do emagrecimento foi construído para mentir e levar seu dinheirinho. As modelos que vendem aparelhos de ginástica, fazem lipo, botam silicone e depois vão dizer que foi aquela cadeirinha super-duper-lipo-sculpt, em quatro parcelinhas de xis e noventa e nove, que fez com que ela ficasse com aquele corpinho.

O apresentador toma remédio pra emagrecer, faz uma plástica e depois vende diet-sucos pra enganar você. Quem nasceu magro, seja magro de ruim ou magro de fome, está na vantagem. Vai economizar muito dinheiro, tempo e sanidade mental.

Quem tem tendência a sair rolando, sabe como é o momento de enfrentar a balança do banheiro. Primeiro você tira a roupa, o sapato, a meia e sobe na balança. Eu tiro também a piranha do cabelo e os óculos de grau, mas daí, na hora de ver o peso sem os óculos, sempre acho que estou vendo errado. Não acredito naqueles quilos todos!

Aí, você faz xixi, escova os dentes, corta as unhas, pra se livrar de mais alguns gramas e sobe na balança de novo... Nada!!! O ponteiro já está rindo da sua cara e não sai do lugar. Você resolve botar mais coisas pra fora. Chora, corta o cabelo, tira a sobrancelha, depila as pernas, arranca uma obturação... nada!!! Dá vontade de pular da janela, mas morrer gordo e pelado é o pior vexame... Ahhhhhhhhhhhhhhh... Melhor ficar vivo com uma roupinha larga.

Você volta, se veste e sai do banheiro se sentindo uma pizza de ontem grudada na tampa, um lixo, um nada. Mas, dizem que enquanto há vida, há ex-pelancas e para tudo há uma solução. É só você fazer reeducação alimentar. Ah, bom! Era isso... Falta de educação... Agora sim, vou dividir minhas horas do dia, fragmentar as refeições, ingerir mais proteínas do que carboidratos, trocar o açúcar por adoçante e tudo vai dar certo. Sim, porque no fim, você vai ao spa, faz uma lipo, bota uma prótese. Se não der certo, você grampeia o estômago, costura a boca e amplia o reto! Você vai ver quão fácil vai ser, você vai ficar magro, direto!

"O que eu faria com uns 'quilinhos' a menos?" Sairia correndo pra dar um soco na cara do imbecil que criou esse comercial! Aproveitando o nome do remédio, já faço a rima: Vai K-gá (kkkkkkkkkkkk) no matagal!!!

Agora, com licença, que eu tenho que sair pra caminhar. Sabe, fazer exercícios queima calorias... Emagrece... ou pelo menos, desengorda!

(Autoria desconhecida)